Terça, 30 de Novembro de 2021
°

-

Dólar
R$ 5,61
Euro
R$ 6,32
Peso Arg.
R$ 0,06
Anúncio
Desporto Desporto

Nacir Armando: “fomos dominantes, mas perdemos a eliminatória no único erro que cometemos”

O Tecnico da U D Songo admite a eliminatória apesar de um jogo brilhante

07/01/2021 às 09h53
Por: Horacio mahumane Fonte: Lance mz
Compartilhe:
Nacir Armando: “fomos dominantes, mas perdemos a eliminatória no único erro que cometemos”

O afastamento precoce da União Desportiva do Songo na Taça CAF encurtou o sonho dia vencedores da Taça de Moçambique de voltarem a tomar parte na fase de grupos de uma Afrotaça.

Intragável é como os adeptos da UDS analisam este desaire, sobretudo depois de terem conseguido um empate a zero na primeira mão e depois de Lau King ter colocado a equipa moçambicana em vantagem na eliminatória. 

No final do jogo que terminou com as duas equipas empatadas a uma bola, tendo União do Songo sido eliminada por conta do golo sofrido no Caldeirão do Chiveve, Nacir Aramando referiu que a  sua equipa foi dominante, mas acabou perdendo a eliminatória no único erro que cometeu na partida e que acabou por ser fatal.

Treinados de UD Songo Nacir Armando
Treinador da UD Songo Nacir Armando

 

“Fizemos um bom jogo, estivemos em condições de passar a eliminatória, a equipa exibiu-se muito bem, tivemos o domínio do jogo, infelizmente numa desatenção da nossa defensiva o adversário acabou marcando a diferença na eliminatória”, disse Nacir Armando.

 O treinador refere que após sofrer o golo a sua equipa “lutou para ver se conseguia recuperar a desvantagem, mas não foi possível o adversário acabou batendo-se bem nos últimos dez minutos”.

Fazendo uma avaliação dos dois jogos da eliminatória, Nacir Armando considerou que a União Desportiva do Songo “foi superior aqui (em casa) em Lusaka conseguimos estrategicamente fazer o nosso jogo para afastar a eliminatória para aqui (Caldeirão do Chiveve)”.

“As duas equipas são grandes, equivalem-se, mas penso que dominamos o jogo da segunda mão e só falhamos uma única vez, conseguimos manter o ritmo do jogo em condições, conseguimos estar muito bem até ao fim do jogo, pese embora que quando há muitas substituições por fazer nalguns casos o ritmo diminui tanto o nosso como o do adversário, conseguirmos fazer as compensações infelizmente só podemos chorar pela falha que tivemos e o adversário  marcou”, considerou o treinador dos hidroeléctricos.

Com esta eliminatória festa agora a União do Songo preparar a sua participação no Moçambola 2021 que arranca a 16 de Janeiro, sendo que os hidroelétricos têm uma deslocação a capital do país onde vão defrontar ao Ferroviario de Maputo. 

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
Ele1 - Criar site de notícias