Quinta, 20 de Janeiro de 2022
°

-

Dólar
R$ 5,39
Euro
R$ 6,11
Peso Arg.
R$ 0,05
Sociedade Sociedade

Índia doa embarcações para reforçar luta contra os insurgentes

O governo da Índia doou duas embarcações militares ao governo para reforçar as operações de combate contra os grupos rebeldes em Cabo Delgado, no Norte do país, anunciou fonte oficial

28/12/2021 às 11h54
Por: Paulo Mahlalele Fonte: Lusa
Compartilhe:
web
web

"Podem ter a certeza que o apoio que acabam de nos conceder será devidamente capitalizado para melhoria da situação de segurança no Norte do país e dos deslocados", declarou o ministro da Defesa, Cristóvão Chume, citado hoje pelo diário Notícias.

Além das duas embarcações militares de alta velocidade, o Governo da Índia doou 500 toneladas de arroz para apoiar as populações afetadas pelo conflito naquele ponto do Norte do Pais.

Para o ministro da Defesa, o gesto da Índia é nobre e importante, na medida em que a assistência alimentar é uma prioridade dentro das estratégias do Governo moçambicano para reposição da paz e estabilidade na região.

"A reposição da segurança sem a devida assistência humanitária não garante a segurança efetiva, pois quando o povo está faminto e em desespero é suscetível de ser manipulado e pode filiar-se aos terroristas, sob falsas promessas", alertou o governante.

A província de Cabo Delgado é rica em gás natural, mas tem sido aterrorizada desde outubro de 2017 por rebeldes armados, sendo alguns ataques reclamados pelo grupo 'jihadista' Estado Islâmico.

O conflito já provocou mais de 3.100 mortes, segundo o projeto de registo de conflitos ACLED, e mais de 817 mil deslocados, de acordo com as autoridades moçambicanas.

Desde julho, uma ofensiva das tropas governamentais com o apoio do Ruanda, a que se juntou depois a Comunidade de Desenvolvimento da África Austral (SADC), permitiu aumentar a segurança, recuperando várias zonas onde havia presença de rebeldes, nomeadamente a vila de Mocímboa da Praia, que estava ocupada desde agosto de 2020.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
Ele1 - Criar site de notícias